Voltar

10/07/2017

Sou da Paz participa de cine-debate sobre o encarceramento de adolescentes no Brasil

A exibição do documentário “Juízo” foi parte da campanha 30 dias por Rafael Braga

No final de junho, o Instituto Sou da Paz participou, ao lado de outros convidados, do cine-debate sobre o documentário “Juízo”, no Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo (CEDESP) Santa Terezinha, na Brasilândia. A obra aborda o atendimento de adolescentes em conflito com a lei pelo poder judiciário no Rio de Janeiro.

Após a exibição do filme, ocorreu uma discussão sobre política de drogas, encarceramento de adolescentes, violência policial e racismo. Parte da campanha 30 dias por Rafael Braga, a atividade contou com a participação de educadores, funcionários e alunos do CEDESP, além da comunidade local.  

img_9922

Campanha 30 dias por Rafael Braga

30 dias por Rafael Braga é uma campanha criada coletivamente por pessoas atuantes em diversas áreas profissionais e organizações, com o objetivo de fomentar, ao longo do mês de junho, debates e reflexões sobre as atuais políticas de drogas no Brasil, racismo e segurança pública, tendo o Caso Rafael Braga* como emblema. Propomos que esse não seja mais um caso esquecido, tendo um jovem negro encarcerado sem que haja a análise das questões socioeconômicas envolvidas e as consequências sociais, psicológicas e econômicas para a sociedade. Fonte: divulgação da campanha.

 

* Rafael Braga é um homem negro de 24 anos, morador do Rio de Janeiro. O único preso e condenado político das manifestações de junho de 2013. Pego com Pinho Sol, ele foi acusado de portar um coquetel-molotov, quando sequer fazia parte dos protestos que estavam acontecendo na época em todo o país. Depois de sofrer torturas durante os três anos em que esteve na cadeia, Rafael Braga passou para a prisão domiciliar, mas foi preso novamente e condenado por tráfico de drogas a uma multa e a mais de 11 anos de prisão.